iCities | Projetos e Soluções para cidades Inteligentes

De Curitiba para o Brasil: projetos de smart cities se espalham pelo país

Sócio-diretor do iCities, Caio Castro (centro) com a equipe do Ibrachina no Mercadão de São Paulo: projeto de revitalização do Centro paulistano. Foto: Divulgação iCities

Com a experiência de reunir 10,2 mil pessoas e gerar R$40 milhões em potencial de negócios entre a iniciativa privada e o poder público, apenas em 2022, o Smart City Expo Curitiba (SCECWB) – maior evento brasileiro de cidades inteligentes, realizado no final de março com a chancela da Fira Barcelona – está espalhando a semente da inovação e da transformação urbana pelo país. Iniciativas apoiadas pelo iCities, hub de negócios que realiza desde 2018 o SCECWB, estão sendo implantadas em capitais como São Paulo, Florianópolis e Porto Alegre – além da Cidade da Saúde e do Saber, projeto inovador desenvolvido pela Santa Casa de Passos (MG).

Dedicado à integração brasileira e chinesa, o Instituto Sociocultural Brasil-China (Ibrachina) vem reunindo representantes do empresariado, do poder público e da comunidade acadêmica para discutir caminhos que transformem a capital paulista em uma smart city. Mais especificamente, o alvo do projeto do Ibrachina é a região do Centro e do Mercado Municipal. 

Parceira do projeto, a empresa Smart Sky criou uma maquete virtual do Mercadão com o uso de drones, para coletar dados e poder compará-los com futuras mudanças. Presidente do Ibrachina, Thomas Law afirma que planeja inaugurar uma escola de gastronomia dentro do Mercadão, levando startups do setor de foodtech e intercâmbio entre chefs internacionais para a região. “Neste ano, já foram realizadas três reuniões, por meio do grupo de trabalho São Paulo 2030, que conta com a participação de Caio Castro, sócio-diretor do iCities. A mais recente reuniu professores da PUC-SP, da Universidade Mackenzie e do secretário de Urbanismo e Licenciamento de São Paulo, Marcos Duque Gadelho”, conta Law.

Futuro das cidades 

Realizada na capital catarinense no fim de abril, a terceira edição do Conecta Fepese debateu visões de futuro para as cidades em 2030, como aquecimento para o Summit Cidades 2022. O convidado foi o expert espanhol Josep Piqué, CEO da La Salle Technova, engenheiro de Telecomunicações e doutor em Ecossistemas de Inovação. Piqué é o mentor de iniciativas como a 22@, em Barcelona, que revitalizou cerca de 200 hectares de uma área industrial para transformá-la em um conceito de qualidade de vida, com atividades de conhecimento e inovação. Com investimento superior a R$836 milhões em infraestrutura, o projeto é referência na Europa, inspirando cidades pelo mundo – e é visitado todos os anos pela comitiva de profissionais, gestores e empresários, organizada pelo iCities na preparação para o Smart City Expo Curitiba.

Na semana passada, Porto Alegre sediou o South Summit Brasil, que reuniu as principais empresas, startups e empreendedores do mundo e a comunidade de investidores para criar oportunidades de negócios. Diretor de relações governamentais do iCities, Beto Marcelino participou dos debates durante o evento, que contou com mais de 400 palestrantes em cinco palcos simultâneos. “É gratificante estarmos reunidos, mais uma vez, fazendo a ponte entre o poder público e o que há de mais inovador (no Brasil e no mundo) em termos de soluções para smart cities, nesse ecossistema que aumenta a cada ano, a cada evento, iniciativa de fomento e incentivo”, celebra Marcelino.

Cidade da Saúde e do Saber 

Uma “cidade” concebida desde a fundação com o objetivo de integrar as melhores práticas de saúde e cuidado médico com a busca pelo bem-estar social, físico e mental. Essa é a Cidade da Saúde e do Saber, projeto inovador que vem sendo desenvolvido pela Santa Casa de Misericórdia de Passos (MG) para expandir suas instalações e o atendimento à população de 60 municípios (cerca de 850 mil pessoas). Com trabalho conduzido pelo iCities, o complexo de saúde e pesquisa será também um laboratório para testar soluções e tecnologias que servirão para outras cidades.  “O iCities deu consistência às ideias que tivemos de forma profissional, padronizando e dando corpo a partir de sua expertise. É uma parceria fundamental para nos guiar nessa caminhada, integrando as soluções para que sejamos um protótipo de uma cidade com DNA de promoção da vida saudável”, explica Daniel Porto Soares, superintendente geral da Santa Casa de Passos.