Logo iCities 2

Blog

Aeroportos adotam soluções de smart cities

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

aeroporto

Os aeroportos geram receita e desenvolvimento como qualquer outro negócio. Ou cidade. Esses espaços que interligam nações são reconhecidos por atender confortavelmente milhares de pessoas todos os dias. Por que não aproveitar esses espaços e estimular o desenvolvimento de forma inovadora e sustentável?

Essa visão, segundo publicações recentes, vem aproximando os aeroportos do conceito de smart cities, pela similaridade na oferta de serviços e soluções. Há até quem defina o chamado “urbanismo aeroportuário”, abordagem que aplica esses conceitos no impacto gerado nas cidades próximas aos aeroportos, vistos como um destino importante e motor econômico de uma região metropolitana.

Como os aeroportos estão aplicando essas inovações pelo mundo? Nos Estados Unidos, o Aeroporto Internacional de San Diego lançou programas para reduzir o efeito estufa, balanceando as emissões de carbono e compactando os restos de comida destinados a aterros sanitários. Uma das iniciativas se concentrou nos transportes que chegam e saem do aeroporto: novas parcerias e ações de marketing foram desenvolvidas para incentivar a mobilidade de caronas – o que gerou uma redução de 30% nas emissões.

E como os espaços inteligentes podem ajudar? Em conjunto com sensores de internet das coisas (IoT) e inteligência artificial (AI), é possível uma gestão de dados sobre o número de passageiros das chegadas e partidas, planejando melhor os serviços de mobilidade. Isso impacta até a pavimentação e acessibilidade dos terminais, ao identificar o fluxo e os tipos de veículo — táxis, carros de aplicativo, caronas ou veículos privados – facilitando esse planejamento. E melhorando a experiência dos viajantes naqueles espaços.

Já o Aeroporto de Munique, na Alemanha, em parceria com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), desenvolveu o “Senseable City Lab” a partir do conceito de cidade inteligente. O objetivo é construir um ambiente de trabalho colaborativo para que as empresas e organizações criem produtos e serviços de smart cities, testando-as nas instalações e infraestrutura dos terminais do aeroporto – em uma espécie de sandbox.

Aeroporto de Munique
Aeroporto de Munique já se destaca pelo uso inteligente da tecnologia (Imagem: Catrina Carrigan/Unsplash)

Por outro lado, vale lembrar que a tecnologia de reconhecimento facial em vídeo, que a maioria dos aeroportos tem implantado atualmente, deve seguir os protocolos de segurança e proteção de dados de acordo com a legislação de cada país. Assim como a coleta, o armazenamento e a interpretação desse volume de dados diários.

É impossível mencionar o uso de qualquer tipo de captação inteligente de vídeo sem considerar as preocupações com a privacidade. As soluções de hoje têm a capacidade de anonimizar automaticamente as informações coletadas por meio de mascaramento de privacidade, transparência e 3D. Essas garantias fazem com que as informações pessoais permaneçam privadas.

Lounges inteligentes

Os lounges das companhias aéreas e as salas de espera em terminais fazem parte da experiência geral dos passageiros e visitantes de aeroportos. Entre as vantagens do uso da IoT e da AI pelos lounges e saguões estão:

  • Horários de pico: quais horas do dia reúnem o maior tráfego, e em quais dias da semana? Esses dados ajudam a prever o tamanho das equipes e o estoque de suprimentos.
  • Áreas mais frequentadas: onde as pessoas passam mais tempo dentro dos terminais? São dados que podem ser usados ​​para o planejamento dos lounges das companhias.
  • Bagagem de mão: quanta bagagem está fluindo através do saguão? Esse rastreamento ajuda a fazer previsões para possíveis remanejamentos de pessoal.

Em julho de 2021, o Aeroporto de Florianópolis (SC) inaugurou o Laboratório de Inovação Zurich Airport Brasil. O espaço é dedicado à criação de experimentos, aberto a parceiros públicos e privados, localizado no open office da Floripa Airport. É o primeiro do tipo nos aeroportos brasileiros.

As aplicações das soluções de smart cities em aeroportos são vastas e promissoras. Fica o alerta para investimentos e pesquisas nesses espaços, verdadeiros nichos que agregam pessoas e culturas de todo o mundo.

LinkedIn
Facebook
WhatsApp
Email

iCities

O iCities – Smart Cities Solutions é uma empresa pioneira no Brasil, hub de negócios em cidades inteligentes. Fundada em 2011, promove novas concepções ao desenvolvimento urbano por meio da geração de projetos, conteúdo, conhecimento e networking. Conta com uma rede global de consultores especializados em projetos de desenvolvimento de Smart Cities, com amplitude de conhecimento, abrangendo as diversas áreas que compõe uma cidade inteligente. Dispõe também da representação exclusiva da Fira Barcelona no Brasil, que possibilita a organização do Smart City Expo Curitiba, maior evento do setor no Brasil, entre outras iniciativas de fomento ao ecossistema no país, como o iCities Academy – que inclui o programa de capacitação Smart City Expert, para profissionais em cidades inteligentes – e o iCities Solutions, que fomenta negócios e soluções em todo país.